Marketing para Delivery: Dicas Práticas

Marketing para Delivery: Dicas Práticas

Marketing para Delivery: Dicas Práticas | Ao longo dos anos, a indústria alimentícia mudou drasticamente com a ajuda de novas normas sociais, tecnologia e marketing. Com mais restaurantes oferecendo serviços de entrega, agora é a norma para os clientes; a restauração tornou-se uma atividade ocasional.

Aqui está um guia interno sobre como comercializar de forma especializada seus serviços de entrega de alimentos e superar seus concorrentes dentro e fora do mercado. Confira mais detalhes em nosso portal.

Marketing para Delivery: Dicas Práticas

1. Continue melhorando a qualidade de seu serviço

A maioria das empresas pensa que a qualidade de seus serviços é o fator determinante entre elas e a concorrência. É 50/50.

Um serviço de qualidade sempre atrairá clientes, mas a melhoria contínua de seu serviço lhe permitirá manter seus clientes. Muito mais do que a entrega rápida aqui são três serviços que seu negócio de entrega de alimentos deve melhorar continuamente, quer você seja um iniciante ou um veterano em entregas:

  1. Excelente atendimento ao cliente: Este serviço é uma característica crucial que seu negócio deve dominar se você ainda não o fez. Lembre-se que seu representante de atendimento ao cliente e funcionários de entrega são a cara da empresa, o que eles fazem e dizem aos clientes desde as consultas iniciais até o pedido de entrega pode ser a diferença entre um cliente zangado ou vitalício.
  2. Entrega rápida: Cerca de 27% das pessoas que encomendam alimentos estão dispostas a pagar um extra por uma entrega rápida. Não é provável que as pessoas utilizem um serviço de entrega que seja lento, independentemente do custo. Encontre uma maneira de melhorar sua velocidade de entrega, contratando mais funcionários ou mapeando melhores rotas.
  3. Rastreamento & Atualizações: Ao lado do atendimento ao cliente, certifique-se de dar atualizações e rastreamento quando a comida estiver atrasada, um transbordo de pedidos ou um entregador perdido que precise de instruções. Peça e-mails, ou números de telefone para atualizar os clientes sobre sua entrega de alimentos quando necessário.

2. Crie um site para seu negócio de entrega

Seu website é o centro de seu ecossistema digital, como um local de tijolo e argamassa, a experiência importa uma vez que um cliente entra, tanto quanto a percepção que tem de você antes de entrar pela porta.

Tornou-se uma segunda natureza para as empresas hospedar um website para representar sua presença on-line. Sem ele, os clientes locais e globais não poderão interagir com sua marca de forma tão eficaz nas mídias sociais ou via e-mail.

3. Comercialize seu serviço de entrega com a mídia social

O marketing de mídia social não é mais uma opção; sua empresa pode se juntar a ele ou ficar para trás. A mídia social não se trata mais apenas de selos. É onde seus clientes vivem, um lugar para ganhar vendas e solidificar sua marca como a marca de entrega de alimentos.

Cerca de 40% dos consumidores aprendem sobre alimentos on-line mais do que nunca. Como seu serviço de entrega está no ramo de alimentos, crie conteúdo focado em alimentos. 72% das fotos de alimentos nas mídias sociais são do prato principal. As pessoas estão dispostas a compartilhar, como, e descobrir fotos de alimentos.

4. Criar um aplicativo móvel

Um aplicativo móvel pode abrir uma porta inteira de oportunidades para seu serviço de entrega de alimentos. A empresa descobriu que os pedidos feitos via smartphone e aplicativos móveis se tornarão uma indústria de 38 bilhões de dólares até 2020.

As pessoas agora veem os aplicativos como uma ferramenta ou extensão de negócios para que eles se conectem facilmente aos serviços com apenas um toque de dedo.

Os aplicativos móveis podem incentivar os usuários de primeira viagem a serem também clientes para toda a vida, dando a acessibilidade aos pedidos quando e onde quiserem, sem ter que ir diretamente ao seu website. É uma matemática simples: quanto menos trabalho for feito para entrar em contato com você, mais pedidos você receberá.

Primeiro, você convidará e hospedará uma lista de restaurantes em seu aplicativo para incentivar as pessoas a fazerem pedidos. Você terá que pegar os restaurantes locais e populares.

5. Colaborar com Bloggers & Influenciadores de Alimentos

Bloggers e influenciadores de alimentos podem ser suas melhores referências ou seus piores inimigos. Como sabemos, as pessoas levam seus alimentos (recomendações) muito a sério, entrega nada menos que isso.

Nem todos nós podemos receber tanto amor de uma celebridade da lista A, então temos que nos contentar com os influenciadores e blogueiros de alimentos, que são indiscutivelmente igualmente bons.

Chegar a influenciadores proeminentes e dar-lhes um desconto ou oferta em troca de uma revisão ou postagem. Fique avisado que a maioria dos influenciadores com uma alta contagem de seguidores, ou que estão no jogo há tempo suficiente, solicitarão uma taxa. Afinal de contas, o marketing de Influenciadores é uma indústria de vários bilhões de dólares.

Para mais detalhes, acesse https://guerrilhamkt.com.br

 

Marketing