Quando ir ao urologista?

Quando ir ao urologista?

Historicamente, há um preconceito por parte dos homens sobre ir a consultas médicas. Uma pesquisa do Ministério da Saúde, em conjunto com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), mostra que 51% dos homens brasileiros só vão ao médico porque a esposa ou o empregador pressionam.

E isso inclui a visita ao urologista, que pode ser procurado tanto por homens quanto mulheres.

O que faz um urologista?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia de São Paulo (SBU/SP), urologista é o médico responsável pelo tratamento dos problemas relacionados ao trato urinário de homens e mulheres, assim como da genital masculina.

Assim, todo urologista teve a formação como médico, especialização (residência médica) em cirurgia geral e especialização (residência médica) em urologia. Ou seja, são onze anos de estudos para habilitá-lo a tratar clinicamente ou cirurgicamente destes problemas.

Normalmente, o médico urologista atende pacientes em consultório, acompanha pacientes internados, realiza cirurgias e exames diagnósticos. Além disso, o médico urologista assume importante papel na realização de exames preventivos e check-up para os homens. Assim, o urologista trata dos problemas nos:

  • Rins;
  • Ureteres;
  • Bexiga;
  • Uretra;
  • Próstata;
  • Adrenais;
  • Testículos;
  • Epidídimos;
  • Pênis.

Desta forma, há uma enorme quantidade de doenças tratadas pelo urologista, tanto em homens quanto em mulheres de todas as idades, incluindo infecções, inflamações, tumores, cálculos, incontinência urinária, infertilidade (no caso masculino), realização de transplante renal, dentre outros.

Diferenças entre urologista, nefrologista e proctologista

O Portal da Urologia pontua que é muito comum a confusão dos pacientes acerca da área de atuação do urologista, nefrologista e proctologista. De maneira sucinta, é possível dizer:

  • Urologista:é o especialista que trata as doenças do aparelho urinário masculino e feminino, assim como as doenças do aparelho reprodutor masculino. Para isso, é necessário passar pela residência de Cirurgia Geral e, posteriormente, de Urologia. É o cirurgião do aparelho urinário e aparelho reprodutor masculino, mas também trata de doenças clínicas.
  • Nefrologista:é o clínico dos rins. Nesse contexto, necessita de residência em Clínica Médica e, posteriormente, em Nefrologia. Trata de condições clínicas nas quais não há necessidade de tratamento cirúrgico. Na prática diária é o especialista responsável pelas clínicas de hemodiálise, trabalha junto com urologista nos casos de transplante renal, em que o urologista faz o procedimento cirúrgico e o nefrologista, o acompanhamento clínico desses pacientes.
  • Proctologista:também é cirurgião, mas somente de doenças do aparelho digestivo, cólon, reto e ânus. Para isso, faz inicialmente residência em Cirurgia Geral e, posteriormente, em Proctologia. Esse profissional trata doenças como hemorroidas, fístulas, sangramentos intestinais, assim como inúmeras doenças inflamatórias do intestino grosso.

Quando é importante ir ao urologista?

Como foi visto, deve-se procurar um urologista sempre que a pessoa apresentar sintomas que envolvam o sistema urinário, tais como:

  • Dificuldade ou dor para urinar;
  • Dor nas costas (de maneira aguda);
  • Dor nos rins;
  • Urina com sangue;
  • Urina com muita espuma;
  • Infecções urinárias de repetição.

No caso dos homens, a partir dos 50 anos eles devem ter uma consulta de rotina anualmente para avaliar a próstata, mesmo que não haja sintomas. Por quê? Porque as doenças da próstata podem se apresentar assintomáticas. Além disso, a descoberta precoce possibilita um melhor tratamento para o paciente.

Porém, caso haja histórico familiar de câncer de próstata, é necessária uma consulta anual a partir dos 45 anos de idade.

Em que situação o urologista atende mulheres?

No geral, as mulheres precisam procurar o urologista em casos de doenças do trato urinário como, por exemplo, o cálculo renal (as conhecidas pedras nos rins), tumores (na via urinária, bexiga, rim, ureter), infecções de repetição, perda de urina ou cistites.

Como é feito o diagnóstico por um urologista?

Por tratar as diversas doenças, o urologista pode se munir de diversos exames para realizar um diagnóstico muito mais preciso. Os mais comuns são:

  • exames de sangue;
  • exames de imagem: ultrassonografia e ressonância magnética;
  • espermograma;
  • biópsia vesical;
  • fluxometria;
  • uretrocistoscopia;
  • exame de toque retal.

Além disso, quando for procurar um profissional na sua cidade para uma consulta, busque por exemplo “urologista Campinas”, verifique se o urologista tem realmente experiência prática e se o mesmo é referência na região.

Saúde